Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Avaliação do nível de eficiência atingiu notas altas, que se enquadram na pontuação A da certificação Procel. Conquista reforça foco na sustentabilidade dos projetos da construtora.

Avaliação do nível de eficiência atingiu pontuação A da certificação Procel
Foto: Divulgação/LLUM Batel

O LLUM Batel, edifício da Construtora e Incorporadora Laguna situado em Curitiba (PR) – com previsão de entrega em 2019 –, conquistou a Etiqueta Nacional de Conservação de Energia (ENCE) do programa Procel Edificações. As avaliações do nível de eficiência das áreas comuns de uso frequente e de uso eventual atingiram altas notas, que se enquadram na pontuação A da certificação Procel.

O Selo Procel Edificações mede o grau de eficiência energética das edificações brasileiras, classificando os empreendimentos de A a E, em um nível decrescente de eficiência. Cada edificação pode receber mais de uma etiqueta, de acordo com a avaliação do projeto, do edifício construído, de cada unidade e das áreas comuns. O programa de Etiquetagem Procel aborda requisitos relacionados ao sistema envoltório (parte da construção em contato com o meio externo), aquecimento de água, iluminação, condicionamento de ar e equipamentos como, por exemplo, os elevadores.

A conquista reforça a marca Laguna como referência na busca por alternativas sustentáveis em edificações. “Conquistar a certificação do Procel mostra o comprometimento da construtora com um mundo mais sustentável, sem abdicar do conforto para seus usuários”, diz André Marin, diretor de Incorporações da empresa. “Não à toa, em 2015 conquistamos a pré-certificação LEED CS Nível Gold também para o LLUM Batel”, completa o executivo.

Sustentabilidade como diferencial

Além da certificação Procel, o LLUM é o primeiro edifício residencial pré-certificado LEED CS Gold do Brasil. Segundo Bruno Martinez, diretor-técnico da Petinelli – empresa especializada em consultoria e soluções em green building e responsável pelo projeto do LLUM –, um dos destaques deste empreendimento é o excelente grau de conforto térmico em seus ambientes. “Para esse projeto foram contratadas diversas consultorias (térmica, acústica, fachada, etc.) utilizando as mais avançadas ferramentas computacionais que, junto à arquitetura, garantiram níveis de conforto que vão muito além do exigido pela Norma 15.575, referente ao Desempenho das Edificações Habitacionais”, afirma.

Entre as principais medidas de sustentabilidade estão: fachada 9% mais eficiente que a fachada padrão LEED; ambientes 59% (em média) mais confortáveis; vagas para veículos elétricos com sistema de reabastecimento; 14% redução do consumo de gás (chuveiros de alta performance); 33.5% redução do consumo dos elevadores; 30% redução do consumo de iluminação das áreas comuns (com uso de lâmpadas LED); 23% redução do consumo do ar condicionado (VRF); 7,6% da energia do condomínio gerada por painéis fotovoltaicos, com possibilidade de expansão para 12.2%; 35% redução do consumo de energia do condomínio; 30% redução de consumo de água; 20% de previsão de uso de materiais reciclados; e 100% de previsão de uso de madeira FSC.

“As soluções de tecnologias aplicadas ao projeto reduzem os custos de água e energia do edifício (condômino e proprietário) e fornecem uma excelente qualidade do ambiente interno. Os apartamentos possuem alto grau de conforto térmico, indo além do estabelecido pela norma de desempenho. Os moradores terão acesso à vista externa de qualidade e os apartamentos possuem uma excelente penetração de iluminação natural. Além disso, todo o projeto de ventilação natural e mecânica atende a normas internacionais de qualidade do ar. Todas estas ações são sustentáveis e melhoram a qualidade de vida dos moradores e do meio ambiente”, finaliza Bruno.

Total
1
Shares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

%d blogueiros gostam disto: