Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Cidade italiana é a primeira na Europa a conquistar o LEED for Cities. Savona se junta a Washington e Phoenix ao seleto grupo de cidades certificadas.

Savona alcançou nível LEED Gold na certificação LEED for Cities
Savona, Itália.

O U.S.Green Building Council (USGBC) e o Green Business Certification Inc. (GBCI) – organizações responsáveis pela certificação Leadership in Energy and Environmental Design (LEED) para projetos de construção sustentável – anunciaram Savona, na Itália, como a primeira cidade da Europa a conquistar a certificação LEED. Savona recebeu a certificação LEED Gold através do programa LEED for Cities do USGBC.

O LEED for Cities é um programa de certificação que aborda planejamento, desenvolvimento e operações urbanas, visando, principalmente, a melhoria de vida dos cidadãos em todo o mundo. O programa combina sustentabilidade, igualdade social e experiência humana com uso de tecnologias em prol da qualidade de vida.

“Estamos orgulhosos de ser reconhecidos como a primeira cidade LEED da Europa”, diz Ilaria Caprioglio, prefeita de Savona. “Nosso compromisso é moldar um ambiente urbano sustentável e resiliente e uma sociedade segura e justa. Acreditamos que o LEED for Cities é o instrumento para aumentar a conscientização sobre o desempenho real e os futuros resultados das cidades, apoiando os tomadores de decisão”, afirma.

Requisitos para certificação

O LEED for Cities oferece às cidades uma estrutura para medir e gerenciar o desempenho do consumo de água e de energia, o desperdício de recursos, a qualidade do transporte e a experiência humana de vida na região como um todo. As cidades que buscam a certificação LEED são avaliadas em 14 métricas, incluindo energia, resíduos, água, transporte, educação, saúde, segurança e igualdade. As autoridades enviam dados usando o Arc – plataforma de desempenho digital que gera uma pontuação de desempenho entre zero e 100, refletindo os resultados das estratégias adotadas pela cidade.

O Campus Savona da Universidade de Gênova desenvolveu um microgrid inteligente de poligeração combinada com uma construção de energia inteligente de última geração. O microgird é uma solução que atua como uma rede de distribuição de energia que conta com uma ou mais fontes de geração – energia solar e eólica ou combustão de óleo e diesel. A tecnologia analisa qual tipo de energia está mais estável – priorizando as fontes renováveis – para, então, realizar a distribuição. Dessa forma, as energias não renováveis são usadas apenas quando necessárias.

Estas estratégias inspiraram autoridades municipais de Savona a estabelecer iniciativas apropriadas de baixo carbono que serão fundamentais para transformar toda a cidade em um centro urbano de baixo impacto.

“Acredito firmemente que a sustentabilidade é o principal pilar para construir um novo modelo de desenvolvimento para os nossos territórios, incluindo turismo, economias verdes e azuis, indústrias altamente tecnológicas e qualificadas e saúde, bem-estar e atividades esportivas”, diz o Prof. Federico Delfino, presidente do Campus Savona, da Universidade de Gênova.

Quando se trata de experiência humana, a cidade procura garantir a segurança e a saúde de seus habitantes, por exemplo, através de padrões elevados de qualidade do ar, que reduzem as condições de risco para os grupos populacionais mais sensíveis e atenuam a poluição urbana. Além disso, as estatísticas policiais locais mostram que o nível de criminalidade na cidade é próximo de zero, tornando Savona uma cidade segura e habitável.

“O GBCI Europa e o USGBC compartilham uma visão de que edifícios e comunidades irão regenerar e sustentar a saúde e a vitalidade de toda a vida dentro de uma geração”, conta Kay Killmann, diretor-administrativo do GBCI Europa.

“E sabemos que, para alcançar um futuro sustentável, a próxima geração de construções verdes ​​deve se concentrar no desenvolvimento de cidades inteligentes e comunidades resilientes. Savona é agora a primeira cidade LEED na Europa, defendendo políticas de desenvolvimento equitativas, seguras e saudáveis; implementando plataformas interoperáveis ​​e tecnologias avançadas que melhorem o desempenho da cidade; e incorporando conceitos como bem-estar e experiência humana no planejamento, desenvolvimento e na gestão da cidade”, conclui Killmann.

Cidades certificadas 

Atualmente, as cidades enfrentam muitos desafios, uma vez que os cidadãos estão exigindo mais transparência e informações sobre os locais onde vivem, trabalham, aprendem e crescem. Agora, mais do que nunca, os governos locais estão se tornando laboratórios de inovação e estão se comprometendo com novas formas de resolver problemas sociais.

“A qualidade e o escopo das avaliações de sustentabilidade de edifícios estão aumentando”, afirma Giuliano Dall’Ò, presidente do GBC Itália. “A transição do edifício para os sistemas de classificação da comunidade começou com o LEED for Neighborhood Development. Porém, foi com o LEED for Cities que notamos uma forte aceleração e um maior interesse. Estamos orgulhosos de que uma das primeiras cidades certificadas do mundo – a primeira da Europa – seja Savona”, completa.

Savona agora se junta a duas outras cidades certificadas pelo LEED for Cities: Washington, D.C. e Phoenix, Arizona, ambas nos EUA.

O mercado europeu tem visto altos níveis de construção sustentável e crescimento dos negócios nos últimos anos. No último mês de abril, o USGBC realizou a conferência Greenbuild Europe em Berlim, na Alemanha. Além disso, o GBCI Europa foi lançado em 2017 para facilitar o crescimento e a defesa dos outros programas de sustentabilidade do LEED e do GBCI, fornecendo apoio local aos interessados em buscar a certificação LEED.

Fonte: USGBC.

Total
72
Shares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

%d blogueiros gostam disto: