Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Regulamentação da ANEEL visa oferecer mais segurança para os investimentos na atividade no país. Medida já é feita em diversas partes do mundo.

Recarga de veículos elétricos foi regulamentada pela ANEEL
Foto: pxhere

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) aprovou, recentemente, a regulamentação sobre a recarga de veículos elétricos para os empreendedores que estão interessados em prestar este serviço. Dessa forma, distribuidoras, postos de serviços e shopping centers, entre outros empreendimentos, podem disponibilizar estações de recarga e cobrar pelo serviço.

Segundo a própria ANEEL, a “regulamentação mínima” aprovada é uma forma de empreendedores se sentirem mais seguros para investir na atividade. Tiago Correia, diretor relator do processo, ressaltou que o novo documento está eliminando eventuais barreiras para o desenvolvimento deste mercado. “A norma garante que o empreendedor invista nas instalações de recarga sem medo de surpresas regulatórias posteriores”, afirmou.

O regulamento permite a qualquer interessado a realização de atividades de recarga de veículos elétricos, inclusive com os preços a serem livremente negociados. Além disso, as distribuidoras de energia elétrica podem, a seu critério, instalar estações de recarga em sua área de atuação destinadas à recarga pública de veículos elétricos.

Até o dia 15 de outubro, a ANEEL disponibiliza um formulário eletrônico que permita ao consumidor interessado enviar as informações necessárias para que seja realizado o registro das estações de recarga em unidades consumidoras de sua titularidade.

Crescimento do setor

Os veículos elétricos têm se apresentado como uma alternativa para meio de transporte mais sustentáveis, uma vez em que ele apresenta uma maior eficiência energética e é uma das estratégias para reduzir as emissões de gases de efeito estufa.

O cenário no Brasil tem se mostrado favorável à adoção de carros elétricos e híbridos. A expectativa da ANEEL é que a propulsão elétrica alcance uma posição relevante no País nos próximos 10 anos. Uma pesquisa recente da Nissan também avaliou que 80% dos sul-americanos estão abertos a testarem este tipo de veículo. Vale destacar que a produção e comercialização de recarga já são feitas em diversas partes do mundo para atender a demanda de carros elétricos.

Fonte: ANEEL.

Total
6
Shares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

%d blogueiros gostam disto: