Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Clientes podem descartar corretamente as lâmpadas usadas nos 57 pontos de coleta seletiva instalados em lojas do Makro Atacadista.

Lâmpada queimada
Mais de 43 mil lâmpadas usadas já foram destinadas corretamente por meio da parceria. Fonte: Pixabay

A união entre o Makro Atacadista e a Reciclus trouxe um novo conceito para reutilização de produtos. As lâmpadas produzidas e vendidas pelo Makro podem ser devolvidas em suas próprias lojas após o fim da vida útil e reaproveitadas para produção de novos produtos. Com a descarte feito corretamente, diminui-se as chances de prejudicar o meio ambiente.

As lâmpadas podem ser aproveitadas de diversas formas, como, por exemplo, na fabricação de produtos como cerâmicas vitrificadas, uma vez que seu corpo é feito de 95% de vidro. Também é possível utilizar as partes de alumínio, base, soquete, fosforo e até mesmo o mercúrio.

A Reciclus – associação sem fins lucrativos que reúne os principais produtores e importadores de lâmpadas do Brasil, com o objetivo de promover o Sistema de Logística Reversa – já conta com 57 pontos de coletas dentro das lojas da atacadista. Com isto, cerca de 6 mil kg de lâmpadas já foram recolhidas, ou seja, mais de 43 mil lâmpadas foram descartadas apropriadamente entre dezembro de 2017 e julho de 2018.

Tabela de dados
Dados sobre os meses de parceria entre o Makro e Recilus. Fonte: Makro Atacadista.

A sustentabilidade é um dos pilares de gestão da empresa, que vem procurando meios para melhorar seus produtos, bem como a forma que seus clientes os utilizam, o descarte, a coleta e destinação destes itens. “O Makro se preocupa com a sustentabilidade em todos os processos e vem buscando nos últimos anos uma eficiência maior em consumo de energia, água e outras práticas que geram economia e menor emissão de poluentes. Esse é um passo importante que a companhia está dando no sentido de trazer a sustentabilidade como prática do nosso negócio e colaboração para um futuro mais sustentável” afirma Marcos Ambrosano, presidente do Makro Atacadista.

Para incentivar o público a contribuir com o projeto, o Makro trabalhou em conjunto com a Reciclus na conscientização da participação voluntária dos clientes e na divulgação dos pontos de entrega das lâmpadas. Os clientes foram comunicados via e-mail marketing, publicações nas redes sociais, através do trabalho da assessoria de imprensa, material enviado por mensagens de texto e nas próprias lojas, com o engajamento e apoio dos colaboradores.

A realização do projeto vai além de questões financeiras que podem beneficiar a empresa, conforme explica o diretor de marketing do Makro, Ricardo Fojo: “Não existe um benefício financeiro, pois, os clientes podem trazer nas lojas suas lâmpadas usadas. Isso faz parte da Política Nacional de Resíduos Sólidos, que diz que o consumidor deve ter um local adequado para descarte no-pós consumo”.

Parceria da Makro com a Reciclus

Emblema de reciclagem
Makro e Reciclus se unem para um futuro mais sustentável, conscientizando o público consumidor para um descarte apropriado. Fonte: Pixabay

Em 2017 a empresa atacadista deu início a uma parceria que vem dando muito certo para ambos os lados. A Reciclus trouxe a solução para o descarte de lâmpadas, apresentando uma redução no custo e aproveitando os materiais sem prejudicar o meio ambiente. Com o projeto dando certo, as empresas comemoram os bons resultados até aqui alcançados.

A Reciclus tem mostrado que é especialista na logística reversa – utilizando o material já usado para fazer novos produtos – e se preocupa com os produtos desde o transporte, manuseio e finalização para novos projetos. A parceria já conta com nove unidades de coleta sustentável na região Sul, 41 no Sudeste, cinco no Centro-Oeste, 12 no Nordeste e mais sete unidades no Norte do País.

Com este projeto, o Makro espera alcançar três principais resultados: preocupação ambiental, diferencial competitivo e o benefícios econômicos. Dessa forma, tornando a sustentabilidade sua meta principal, diminuindo impactos que a natureza sofre, reaproveitando matéria-prima e mudando o pensamento de consumo de seus clientes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

%d blogueiros gostam disto: