Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Colaboradores puderam contribuir com o desenvolvimento do novo espaço da Unilever, que aguarda a finalização do processo de certificação LEED-CI Gold.

Recepção Unilever
Recepção da nova sede da Unilever Brasil em São Paulo (SP). Foto: Divulgação/Univeler Brasil

Localizado em um dos bairros mais movimentados de São Paulo, no Brooklin Paulista, a nova sede da Unilever Brasil está distribuída em nove andares do edifício WTorre Morumbi, totalizando uma área de 13 mil m² com capacidade de acomodar 1.500 pessoas. Inaugurado recentemente, o projeto abrange três pilares centrais: sustentabilidade, inovação e diversidade.

A sustentabilidade já era um tema presente nas ideias e planejamento dos envolvidos desde a concepção do ambiente, desta forma, a nova sede é dotada com soluções que otimizam a eficiência energética, a gestão responsável da água e de resíduos, entre outras questões. Os critérios adotados seguiram os requisitos da certificação Leadership in Energy and Environmental Design (LEED).

O consumo de energia elétrica tomou grande parte das soluções sustentáveis implantadas. O projeto de interiores do escritório, por exemplo, considerou sensores de presença e de potência da luminosidade em todas as salas fechadas, aproveitando de melhor forma a iluminação natural. As lâmpadas LED também ajudaram a diminuir o uso de eletricidade, em uma redução que chega a ser de 30%.

Além disso, foram instalados medidores de energia para monitoramento de cargas de cada tipologia separadamente – ar-condicionado, tomadas, iluminação, etc. –, o que torna o trabalho de manutenção e correção muito mais ágeis quando há alterações nos padrões de consumo, minimizando o desperdício de energia.

Na gestão de resíduos, a empresa implementou a coleta seletiva em todos os andares e optou por retirar todas as lixeiras individuais, fazendo com que todos os colaboradores ajudem com o descarte correto. Para melhorar o desempenho, a Unilever realizou campanhas de conscientização a fim de esclarecer e incentivar que todos joguem seus resíduos nos locais determinados. Já para evitar o uso desnecessário de copos descartáveis, a empresa presenteou cada colaborador com um squeeze para o próprio consumo de bebidas.

Em relação ao consumo consciente de água, foram instalados equipamentos de alta tecnologia, como dispositivos reguladores nas válvulas e torneiras dos banheiros, gerando assim, uma redução de 35% na conta mensal.

Segundo a vice-presidente de recursos humanos da Unilever Brasil, Luciana Paganato, a escolha do mobiliário também seguiu critérios sustentáveis. “A empresa priorizou o uso de materiais oriundos de madeira de reflorestamento, com selo FSC – Forest Stewardship Council – de procedência. Eles estão presentes em bancos e mesas, armários das áreas de café, nas áreas de pérgola, estantes de produtos, balcão e recepção, etc. Também houve o reaproveitamento de parte do mobiliário existente da sede antiga, tais como poltronas, cadeiras e sofás.”

Por estas e outras soluções sustentáveis, a nova sede da Unilever está em processo de certificação LEED-CI – para projetos de interiores comerciais – nível Gold.

WTorre Morumbi

Edifício WTorre Morumbi
WTorre Morumbi: novo endereço fica próxima a estação Morumbi da CPTM. Foto: Divulgação

A escolha pelo edifício WTorre Morumbi não foi à toa. O empreendimento comercial também possui o selo verde da certificação LEED-BD+C: Core & Shell – para projetos e construção de edifícios – nível Silver.

O edifício utiliza sistema de ar-condicionado com equipamento de alta performance, iluminação de baixo consumo, central de resíduo com separação para coleta reciclável e dispositivos sanitários economizadores que reduzem o consumo de água. Além disso, os painéis e janelas possuem um tamanho maior para receber a entrada de mais luz natural nos recintos.

A certificação LEED gera alguns benefícios além da sustentabilidade ambiental, levando em conta a experiência e conforto dos usuários com relação à localização, serviços, meios de transporte e entorno.

Novos conceitos

Sala de reuniões
A nova sede foi pensada para ser um ambiente inovador e criativo para os seus colaboradores. Foto: Divulgação/Unilever Brasil

Desenvolvido pelo escritório de arquitetura Athié Wohnrath, a nova sede da Unilever se transformou em um local onde todos desejam trabalhar: bonito, sofisticado e pensado para que os colaboradores se sintam confortáveis e criativos. Para além da sustentabilidade, mais dois pilares foram fundamentais para transmitir o compromisso que a companhia tem com o seu consumidor e público interno: inovação e diversidade.

A empresa não estipulou espaços e desktops fixos, adotando equipamentos que permitem que os funcionários circulem e trabalhem em qualquer lugar do escritório ou, até mesmo, em sistema home-office. Os horários de trabalho também são flexíveis e pensados para atender aqueles que moram longe, aumentando, assim, a sensação de bem-estar.

O aproveitamento de tecnologia também é tendência no projeto, que auxiliam na produtividade do dia a dia. Foram implantadas telas interativas, salas de reunião equipadas com sistema de vídeo chamada, além de uma plataforma de mini tela nas entradas de cada sala que servem para agendamento do espaço. A empresa já não conta com telefones, pois todo o processo de comunicação é feito através de ferramentas on-line de comunicação. “O pilar de inovação está traduzido por meio de um ambiente de trabalho 100% cable free e com espaços pensados para promover novas formas de trabalho e o processo criativo, estimulando mindset de inovação e experimentação”, afirma Luciana.

Também foi implementado um conceito de trabalho colaborativo, com espaços estruturados de diferentes formas – com mesas, sofás, arquibancadas, paredes retráteis e áreas multiuso. Isso significa ter mais flexibilidade no ambiente, mas, acima de tudo, serve para promover a integração entre times com diferentes perfis, fomentando o pensamento criativo e inovador. “Temos uma área de coworking desenhada para receber equipes multidisciplinares provenientes não apenas de São Paulo, mas de qualquer outra região do País ou do mundo”, completa a vice-presidente de recursos humanos.

Segundo Luciana, para criar este conceito dentro da empresa, todos os espaços, mobiliário e política da nova sede foram construídos com a ajuda de cerca de 20 funcionários de diversas áreas da companhia, visando garantir que as necessidades de cada função e dos times fossem contempladas.

Plano de sustentabilidade

Área de descanso
Sustentabilidade está desde a escolha dos móveis até o descarte de resíduos. Foto: Divulgação/Unilever Brasil

Para os seus próximos passos, a Unilever pretende ampliar seus horizontes e focar na sustentabilidade, junto com o crescimento da empresa. De acordo com Luciana, o Plano de Sustentabilidade foi estabelecido com três objetivos principais, sustentados por nove compromissos e metas que envolvem o desempenho social, ambiental e econômico em toda a cadeia de valor. “Melhorar a saúde e o bem-estar de mais de 1 bilhão de pessoas até 2020; reduzir à metade nossa pegada ambiental na fabricação e consumo de produtos enquanto crescemos como negócios; e melhorar a vida de milhões de pessoas enquanto ampliamos nosso negócio.”

Os resultados revelam que já foram impactados globalmente mais de 600 milhões de pessoas, contribuindo no combate a doenças que ameaçam a vida. Até o momento, foram reduzidos em 47% a emissão de gás carbônico causada pelo uso de energia por tonelada de produção e 39% no consumo de água, além de ter capacitado mais de 1,2 milhão de mulheres a acessar iniciativas com o objetivo de promover a segurança, desenvolver habilidades e expandir as oportunidades para o público feminino.

Não basta apenas ser uma empresa sustentável, mas incentivar o seu público a ter uma consciência melhor sobre o que é feito e como deve ser feito, mostra como a empresa tem uma boa relação com seus clientes e se preocupa com eles.

Um belo exemplo é a marca Omo que possuí uma parceria com a WWF-Brasil, que realizam mutirões de limpeza em praias do Rio de Janeiro, Fernando de Noronha e Recife, conseguindo recolher a todo mais de mil toneladas de plástico.

O material recolhido nesta coleta sustentável foi reutilizado na produção de 10 mil garrafas especiais. “Sabemos que a limpeza de algumas praias não resolve o problema estrutural de poluição que existe no Brasil, mas este é um exemplo de como chamamos a atenção para uma questão ambiental”, finaliza Luciana Paganato.

Confira abaixo imagens da nova sede da Unilever.

Total
11
Shares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

%d blogueiros gostam disto: