Energia solar fotovoltaica representa 99,5% das instalações de micro e minigeração distribuída. São mais de 49 mil sistemas gerando energia elétrica.

Brasil tem grande potencial para liderar o setor de micro e minigeração distribuída de energia solar fotovoltaica
Brasil tem grande potencial para liderar o setor de micro e minigeração distribuída de energia solar fotovoltaica. Foto: Pxhere/708107

O Brasil atingiu a inédita marca de 500 megawatts (MW) de potência instalada em sistemas de microgeração e minigeração distribuída solar fotovoltaica em residências, comércios, indústrias, produtores rurais e prédios públicos. Os dados são do mapeamento da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR), divulgado no começo deste ano.

Segundo a entidade, 99,5% das instalações no segmento de microgeração e minigeração distribuída são de fonte solar fotovoltaica. Ao todo, são 49.177 sistemas solares fotovoltaicos conectados à rede brasileira, que abastecem mais de 60 mil unidades consumidoras. O total de investimentos desde 2012 já ultrapassou o valor de R$ 2,6 bilhões em todo o País.

mais de 500 MW de energia solar fotovoltaica geradas localmente
Fonte: ANEEL / ABSOLAR. Dados atualizados em 3 de janeiro de 2019.

A energia solar fotovoltaica é uma das soluções que mais agrega benefícios em prol do desenvolvimento sustentável, entre eles, a redução de gastos com energia elétrica, redução de impactos ao meio ambiente, atração de investimentos, geração de empregos e alívio no sistema de distribuição elétrico em horários de pico, como nos meses de verão.

Para Ronaldo Koloszuk, presidente do Conselho de Administração da ABSOLAR, o crescimento da micro e minigeração distribuída solar fotovoltaica está sendo impulsionada por três fatores: a forte redução de mais de 83% no preço da energia solar fotovoltaica desde 2010; a elevação nas tarifas de energia elétrica dos consumidores brasileiros; e o aumento no protagonismo e na responsabilidade socioambiental dos cidadãos, que buscam aliar a economia financeira com a preservação do meio ambiente.

“Celebramos com otimismo este avanço, com a certeza de que teremos um forte crescimento do setor nos próximos anos. O Brasil possui mais de 83 milhões de unidades consumidoras e um interesse crescente da população, das empresas e também dos gestores públicos em aproveitar seus telhados, fachadas e coberturas para gerar energia limpa e renovável a partir do sol”, comenta Koloszuk.

Distribuição

Os consumidores residenciais são os que mais possuem sistemas instalados, representando 75,5% do total. As empresas dos setores de comércio e serviços são 16,8% desta fatia, consumidores rurais (4,3%), indústrias (2,7%), poder público (0,7%) e outros tipos, como serviços públicos e iluminação pública, não passam de 0,1%.

No entanto, em relação à potência instalada, os consumidores dos setores de comércio e serviços lideram o uso da energia solar fotovoltaica, com 43,2% da potência instalada no País, seguidos por consumidores residenciais (35,7%), indústrias (10,3%), consumidores rurais (7,3%), poder público (3,2%) e outros tipos, como serviços públicos (0,3%) e iluminação pública (0,01%).

número de sistemas x potência instalada
Fonte: ANEEL / ABSOLAR. Dados atualizados em 3 de janeiro de 2019.

Um levantamento realizado pelo Ibope Inteligência em 2018 apontou que nove em cada 10 brasileiros querem gerar energia renovável em casa. “Além disso, pesquisas realizadas pelo Ibope Inteligência em 2018 e 2017, pelo Datafolha em 2016 e pelo DataSenado em 2015 comprovaram que a fonte solar fotovoltaica conta com amplo apoio de mais de 85% da população brasileira”, completa Rodrigo Sauaia, CEO da ABSOLAR.

Ranking Nacional Solar Fotovoltaico

Para acompanhar de perto a evolução da microgeração e minigeração distribuída solar fotovoltaica nos Estados brasileiros, a associação desenvolveu o Ranking Nacional Solar Fotovoltaico.

Atualmente, Minas Gerais é o único a ultrapassar a marca de 100 MW e lidera a relação com 21,80% da potência instalada no País. Rio Grande do Sul (15,7%), São Paulo (12,2%), Paraná (6,1%) e Santa Catarina (5,4%) completam os cinco primeiros.

ranking nacional de potencia instalada por estado
Fonte: ANEEL / ABSOLAR. Dados atualizados em 3 de janeiro de 2019.
Total
2
Shares

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: