Além do título, Rio de Janeiro também sediará o Congresso Mundial de Arquitetos da UIA em 2020. O evento será realizado pela primeira vez no Brasil.

parque do flamengo, rio de janeiro
Parque do Flamengo. Foto: Michel Filho / Prefeitura do Rio.

O Rio de Janeiro é a primeira cidade eleita como Capital Mundial da Arquitetura. O título foi anunciado na última sexta-feira (18), em Paris (França), durante cerimônia que ocorreu na sede da Unesco – agência da Organização das Nações Unidas (ONU) para educação, ciência e cultura.

Uma das responsabilidades em ser a Capital Mundial da Arquitetura será promover uma série de eventos relacionados às questões urbanas, com o compromisso de transformar a relação da cidade e seu patrimônio histórico e arquitetônico com a população.

A diversidade urbana foi um dos fatores que concederam o título ao Rio de Janeiro, uma vez que a cidade abriga situações e condições comuns tanto em grandes centros urbanos quanto em regiões que estão em desenvolvimento.

Vale lembrar que um dos itens da Agenda 2030 da ONU é justamente o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 11, que trata sobre cidades e comunidades sustentáveis. Segundo Marlova Jovchelovitch Noleto, representante e diretora da Unesno no Brasil, a cultura e a arquitetura são fundamentais para a superação de desafios e soluções inovadoras para os espaços urbanos.

Central do Brasil, rio de janeiro
Central do Brasil. Foto: Michel Filho / Prefeitura do Rio.

“Ter o Rio de Janeiro como a primeira Capital Mundial da Arquitetura é um fato a ser celebrado pelo País, uma vez que a cidade se tornará palco de uma série de eventos, em 2020, para tratar de temas importantes para o desenvolvimento sustentável, como cultura, planejamento urbano, mobilidade, obras públicas e a construção de cidades mais inclusivas”, celebrou Noleto.

Berço de grandes nomes da arquitetura e paisagismo mundial – principalmente Oscar Niemeyer –, a expectativa é que os olhos do setor sejam voltados para a Cidade Maravilhosa, a fim de se tornar uma referência de desafios contemporâneos para soluções sustentáveis e resilientes.

Congresso Mundial de Arquitetos 2020

museu do amanhã, rio de janeiro
Orla Conde e Museu do Amanhã. Foto: Michel Filho / Prefeitura do Rio.

Outro motivo responsável pela designação da Unesco é realização do 27º Congresso Mundial de Arquitetos da União Internacional dos Arquitetos (UIA) em 2020. De acordo com agência, a partir de agora, todas as cidades que sediarem o evento receberão o título. O Congresso é realizado a cada três anos.

Selecionado em 2014 para receber o evento da UIA, o Rio de Janeiro venceu a concorrência de Paris e Melbourne (Austrália). A proposta da Prefeitura do Rio, juntamente com o Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), teve como foco principal a mensagem “All the worlds. Just one world” – Todos os mundos. Apenas um mundo, em português.

“Arquitetos e urbanistas, acadêmicos, estudiosos e produtores de cultura de todo o mundo estarão reunidos no Rio de Janeiro em 2020 para chamar a atenção da sociedade e dos governos sobre questões urbanas de interesse global, a fim de construir uma agenda positiva para os próximos anos. Conhecendo o valor e os desafios do espaço urbano, podemos alcançar respostas e soluções capazes de conduzir a um futuro mais justo”, afirmou Sérgio Magalhães, presidente do Comitê Executivo do 27º Congresso Mundial da UIA.

A estimativa é que o Congresso consiga atrair mais de 25 mil pessoas para o Rio de Janeiro, gerando uma grande fonte de renda com turismo e a criação de novos empregos.

“O título da Unesco deve atrair arquitetos do mundo inteiro para a cidade. Eles virão não só para apreciar nossas belezas naturais e as construídas pela genialidade dos nossos mestres da arquitetura ao longo dos séculos, mas, também, para sugerir novas mudanças de modernização e parcerias internacionais para melhorar ainda mais a cidadania dos moradores”, disse o prefeito Marcelo Crivella.

Palácio Gustavo Capanema, rio de janeiro
Palácio Gustavo Capanema. Foto: Michel Filho / Prefeitura do Rio.

O Congresso Mundial de Arquitetos UIA 2020 será realizado de 19 a 26 de julho, com diversas atividades em toda a cidade. Um dos palcos já confirmados é o Palácio Gustavo Capanema, que passa por uma série de reformas para a sua revitalização – saiba mais aqui.

Total
4
Shares

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: