Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Projeto de construção industrializada, Casa24h serve de exemplo para déficit da habitação no Brasil. Espaço terá cobertura exclusiva do Going Green Brasil.

Perspectiva casa24h
Casa24h é um projeto inédito que acontece na 25ª Feicon Batimat. Foto: Divulgação/Inovatech.

A Feicon Batimat – Salão Internacional da Construção e Arquitetura – está chegando. O maior evento do setor na América Latina será realizado de 9 a 12 de abril, em São Paulo (SP), e reunirá soluções de sistemas construtivos, ferramentas para construção, fundação, estrutura, máquinas e equipamentos.

Um dos grandes destaques desta 25ª edição é a Casa24h, projeto idealizado e realizado em parceria pela Reed Exhibitions Alcantara Machado – organizadora da Feicon – e Inovatech Engenharia – consultoria de sustentabilidade para o setor da construção civil.

Saiba mais: Inovatech ajuda a criar construções mais eficientes e sustentáveis

A Casa24h é um projeto de construção industrializada, que utiliza sistemas e metodologias para extrair o máximo de qualidade e produtividade, entregando orçamentos e atendendo prazos dentro do previsto, sem perder de vista a redução do impacto ambiental.

O projeto será construído ao vivo dentro da Feicon Batimat, em uma arena aberta para o público in loco acompanhar a execução, em tempo recorde, da obra. A Casa24h será, de fato, construída em 24 horas – divididas em três sessões durante os três primeiros dias do evento.

O Going Green Brasil, em parceria com o projeto, fará a cobertura exclusiva do espaço durante a 25ª Feicon Batimat – além de trazer todas as novidades durante os quatro dias de feira.

Exemplo de habitação social

A Casa24h é uma moradia de interesse social, que atende à faixa de financiamento do programa Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal. A planta possui 45,6 m² divididos em cinco cômodos: sala, dois quartos, cozinha e banheiro.

A expectativa é que o projeto seja um exemplo vivo de como a construção industrializada, aliada a bons projetos, possa se tornar uma alternativa viável no combate ao déficit habitacional brasileiro – que, atualmente, gira em torno de 8 milhões de moradias.

Veja também: Sustentabilidade também está presente em edifícios populares

Um estudo da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc), em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), mostra que, para acabar com este déficit, o País precisa construir 1 milhão e 200 mil habitações até 2029, o que representaria o desafio de produzir 100 mil unidades por mês,  4.500 por dia ou 190 por hora.

O setor brasileiro de construção sofre com o paradigma de baixa produtividade, por isso, o projeto da Casa24h busca solucionar este problema, além de melhorar a qualidade das edificações populares. Para tal, se baseia em planejamento, pesquisa, uso de tecnologias e gestão de logística e de recursos.

Sistemas construtivos 100% industrializados são uma tendência mundial e a estimativa é que, em breve, eles ganhem cada vez mais espaços no Brasil. O sistema de concreto pré-moldado da empresa Kronan foi o escolhido para esta edição da Casa24h, devido à sua ampla aceitação no mercado e por ser um sistema com tecnologia já consolidada no País.

O processo de execução da casa é quase todo realizado em galpões industriais, fora do canteiro de obras e em etapas submetidas a estudos técnicos para viabilizar o atendimento da norma ABNT NBR 15.575 – Edificações Habitacionais – Desempenho.

Isso representa, de forma contundente, um estímulo à formalização da cadeia produtiva, que pode gerar mais qualificação de mão-de-obra, aumentar a segurança no trabalho, reduzir os riscos de problemas de saúde e melhorar a vida dos trabalhadores da construção civil.

“O objetivo é construir para reduzir prazo, ter segurança e ergonomia para os operários. Nesse sistema, o trabalho é predominantemente executado em bancada, reduzindo riscos de acidentes de trabalho no canteiro. A maior parte do trabalho é feito dentro de um galpão, com qualidade e sustentabilidade”, explica Luiz Henrique Ferreira, diretor da Inovatech Engenharia.

Conforto e qualidade

Perspectiva casa24h
Casa24h possui diversas empresas e entidades patrocinadoras. Foto: Divulgação/Inovatech.

Outro aspecto de destaque do projeto é a integração entre engenharia e arquitetura que resulta em sustentabilidade, qualidade, conforto e durabilidade a custos competitivos. A concepção da Casa24h carrega em si a flexibilidade de um espaço adaptável às transformações e deficiências que os usuários poderão vir a ter ao longo do tempo.

O projeto segue as premissas de Desenho Universal, Acessibilidade e Inclusão, facilitando a adaptação de usuários de diferentes faixas etárias e condições – idosos, pessoas com deficiência e mobilidade reduzida.

Veja também: Acessibilidade em empreendimentos residenciais: bom para todos

A Inovatech viabilizou a integração de várias empresas, cada uma com sua expertise e soluções inovadoras. No desenvolvimento do projeto, as disciplinas mais avançadas de gestão da indústria foram aplicadas em prol da alta produtividade e qualidade, como é o caso da interligação entre o sistema BIM (Building Information Model) e a Lean Construction (sistema de construção enxuta).

Além disso, os insumos aplicados na edificação foram submetidos à análise do ciclo de vida (ACV) com metodologia australiana − uma das maneiras mais evoluídas para provar a sustentabilidade.

Dinâmica da construção da Casa24h

O público poderá assistir ao vivo a construção da casa em três sessões, que totalizam 24 horas. A arena com arquibancada ficará aberta aos visitantes o tempo todo durante o funcionamento da feira e da construção da edificação.

As visitas ao interior da obra terão horários restritos nos dias 9, 10 e 11 de abril, enquanto no dia 12 serão liberadas. A construção será paralisada em momentos estratégicos para que as visitas sejam realizadas com toda segurança. Neste momento, os patrocinadores poderão explicar o funcionamento das suas soluções.

Saiba mais sobre a Casa24h neste link.

Os interessados em visitar a Feicon Batimat 2019 já podem realizar o credenciamento on-line pelo site oficial da feira. Segundo a organização do evento, serão mais de 700 expositores divididos em quatro macrossetores: acabamentos, instalações, estruturas e externos.

Clique aqui para realizar o credenciamento da 25ª Feicon Batimat.

Total
15
Shares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

%d blogueiros gostam disto: