Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

A Rota da Sustentabilidade destacou os diferenciais sustentáveis dos expositores da Feicon Batimat 2019 – Salão Internacional da Construção e Arquitetura.

Feicon Batimat 2019
Primeiro dia da Feicon Batimat 2019 contou com a presença das empresas que fazem parte da Rota Sustentabilidade. Foto: Divulgação/ Feicon.

A Rota da Sustentabilidade reuniu os diferenciais sustentáveis dos expositores da 25ª edição da Feicon Batimat em um tour exclusivo, que levou informação, novidades, inovação e oportunidade de relacionamento para os visitantes. A feira, considerada o Salão Internacional da Construção e Arquitetura, teve início ontem (9) e vai até sexta-feira (12), no São Paulo Expo, na capital paulista.

Os produtos selecionados para a Rota da Sustentabilidade passaram por uma análise realizada pela Inovatech Engenharia e a Fundação Vanzolini antes do início do evento. A iniciativa destaca, por meio de uma sinalização exclusiva no pavilhão, expositores que trazem produtos e soluções sustentáveis nos eixos de Fabricação, Obra e Produto Aplicado.

A avaliação é compartilhada com os visitantes no evento e os produtos selecionados estão com um destaque diferenciado para identificá-los mais facilmente.

Going Green Brasil esteve presente no primeiro dia da Feicon Batimat 2019 e conheceu as empresas da Rota da Sustentabilidade, confira abaixo. Mais informações para visitar a Feicon por meio do site oficial.

Reciclus

A Reciclus é uma organização sem fins lucrativos, idealizada, formada e sustentada por empresas fabricantes, importadores de lâmpadas e equipamentos de iluminação e seus stakeholders. Ela surgiu de um acordo setorial firmado com o Ministério do Meio Ambiente e a Confederação Nacional do Comércio (CNC).

A empresa organiza e desenvolve um programa de coleta e o encaminhamento correto de lâmpadas fluorescentes, através de pontos de coleta – lojas e redes de supermercados que comercializam lâmpadas – distribuídos pelo Brasil. Hoje são mais de 1.470 pontos espalhados pelo País.

O programa, voltado para o consumidor doméstico, aponta em qual cidade o ponto de coleta precisa ser instalado e a quantidade do mesmo.

Para Camila Horizonte, do departamento de marketing da Reciclus, o grande objetivo é fazer com que a pessoa que vai até uma loja de material de construção, loja de iluminação ou supermercado, tenha onde descartar sua lâmpada.

“Temos um primeiro desafio de convencer os lojistas do interior do Brasil a aderirem ao programa, mesmo que não haja custo nenhum. É preciso difundir essa prática da coleta. O segundo é conscientizar e informar as pessoas sobre a existência de pontos de coleta, muitas vezes próximos de suas casas”, diz Camila.

Aquastar

A Aquastar projeta e fabrica estações elevatórias compactas de esgoto, que têm a finalidade de levar o mesmo de um ponto mais baixo para uma descarga em um ponto mais alto, promovendo a saúde pública, por conta da diminuição da carga de esgoto que cai no solo. É um produto sustentavelmente correto.

As soluções nascem da combinação de componentes desenvolvidos com exclusividade pela Aquastar e produtos de altíssima qualidade fornecidos pelos fabricantes mais respeitados no mercado.

A principal competência da empresa é integrar diferentes tecnologias e conhecimento para criar produtos que atendam aos maiores desafios da construção civil, indústria, saneamento e agricultura em relação ao manejo de água e efluentes.

“Todos os nossos clientes têm uma visão sustentável. A Aquastar tem a missão de promover o bem-estar social. Nós encaramos como um ponto bem importante da nossa jornada de desenvolvimento do produto e de soluções. Nosso desafio é ter um produto com as duas facetas: que ele seja sustentável e que não tenha um custo maior que um outro já existente no mercado”, afirma Davi Macarini, diretor de Engenharia da empresa.

Vonder

A Vonder é uma das marcas mais completas do Brasil em sua categoria, sendo detentora de um mix de ferragens, ferramentas, máquinas e equipamentos para uso profissional do mercado.

A empresa tem um histórico de trabalho e crescimento muito expressivo, incrementando seus produtos ano a ano e buscando a evolução e aprimoramento em diversos segmentos e linhas, sempre primando pela máxima qualidade de suas ferramentas e ampla variedade de produtos destinados a diferentes ramos de atuação profissional.

A empresa acredita que a tecnologia e uma forte infraestrutura são a base para o desenvolvimento de novos produtos, além do acompanhamento técnico e aprimoramento constante de cada uma das suas linhas.

“A Vonder sempre teve a preocupação de tentar agregar itens sustentáveis em nosso mix. Temos a linha de limpeza e impermeabilização que é toda focada em sustentabilidade, com formas especiais biodegradáveis. Agregar funcionalidades, performance e ao mesmo tempo a preocupação em não agredir o meio ambiente e com descartes menores é o nosso pensamento”, diz a empresa.

Vonder participou da rota da sustentabilidade
A Vonder foi uma das empresas selecionadas pelo programa Rota da Sustentabilidade. Foto: Divulgação/Feicon.

Tecnoperfil

A Tecnoperfil possui experiência e especialização na extrusão – passada forçada, através de um orifício, de uma porção de metal ou de plástico, para que adquira forma alongada ou filamentosa – de perfilados plásticos, materiais de PVC, e oferece uma série de produtos de alta qualidade, variadas dimensões e complexidade.

A empresa desenvolve forros, portas sanfonadas, perfis de acabamento para cerâmica e outros tipos de pisos e revestimentos, cantoneiras, bate-macas, protetores de parede, perfis técnicos sob encomenda, entre outros.

A missão da Tecnoperfil é fornecer produtos e soluções especiais, que atendam as expectativas do mercado, sob a perspectiva da qualidade de vida e de forma sustentável.

“Os materiais que usamos como PVC e aço inox podem ser reciclados. Outro ponto importante é não gerar entulho no processo construtivo. Também o custo que se coloca para ter esse ingrediente sustentável a mais é muito pequeno perto do benefício que tem o consumidor e o próprio mercado”, diz Fernando de Andrade, diretor-técnico e comercial da empresa.

Aubicon

A Aubicon busca desde o início, inovar e, assim, reinventar: criar novas possibilidades para pneus usados, retirando-os do meio ambiente e transformando-os em produtos inovadores; bem como oferecer soluções que são tendências internacionais no mercado acústico e de impacto, arquitetura e construção.

Os produtos oferecidos são pisos de borracha de pneus reciclados e mantas acústicas.

Buscando o bem-estar, conforto e vitalidade, assim como a valorização das pessoas e de experiências positivas com o intuito de contribuir para o futuro do planeta, a empresa dá uma segunda destinação para pneus inservíveis, através de produtos simples que reúnem tecnologia, segurança, parceria, certificações, profissionalismo e responsabilidade socioambiental.

“Sempre apostamos na sustentabilidade, tanto é que a nossa matéria prima é reciclável. Temos um índice de reaproveitamento da quantidade de borracha que vai para cada piso. Nosso processo produtivo de mantas é praticamente a frio, não gerando CO2. O piso não é vulcanizado e sim aglomerado, o calor é só para acelerar o processo e não gera gases. Buscamos produtos que agregam valor ao meio ambiente”, comenta Alberto Safra, sócio-proprietário da Aubicon.

Atenua Som

A Atenua Som oferece uma linha de produtos como janelas e portas termoacústicas, portas internas acústicas em madeira, vidros insulados acústicos e ensaios acústicos de esquadrias.  A principal missão da empresa é proporcionar soluções termoacústicas de alta qualidade, que ofereçam conforto e proteção, contribuindo para a sociedade e respeitando à natureza.

Para Nicole Fisher, diretora da empresa, a sustentabilidade é o futuro. Tanto que a Atenua Som, nos últimos dois anos, começou a utilizar o PVC ao invés de alumínio nos produtos. “Isso ocorreu por causa do dano ambiental ser bem menor. Devido à extração da bauxita, o alumínio era gerado de uma forma muito danosa. Apostamos muito no PVC na questão sustentável”, ela afirma.

O PVC é um produto mais versátil que o alumínio e o ganho térmico é alto. “Temos um produto que não esquenta e nem esfria tão rápido em contato com o ambiente. Naturalmente já é um perfil isolante”, diz a diretora.

“As próprias janelas e portas termoacústicas, por serem muito bem vedadas, propiciam um gasto menor de energia com ar-condicionado. Deixa o ambiente mais sustentável por não ter tanto gasto desnecessário”, completa Nicole.

FB Pneus

A empresa desenvolve pneus para carrinhos de tração manual que podem ser utilizados na construção civil, empilhadeiras manuais e carrinhos de plataforma na Indústria. O grande diferencial é a durabilidade.

A FB Pneus criou um produto maciço com borda flexível, feito de um material 100% reciclado. Um composto com base em PVC e outros componentes, que consegue absorver impacto e não deixar o pneu tão duro.

“Temos um viés ecológico bem grande. Fora que em cada produto há 2 quilos (kg) de matéria primas reutilizáveis. É uma tecnologia que não existe em nenhum lugar do mundo. O produto tem mais de 47 patentes em vários países”, afirma Alexandre Turozi, proprietário da empresa.

Celite

Celite participou da rota da sustentabilidade
A Celite também esteve presente na 25ª edição da Feicon Batimat e participou da Rota da Sustentabilidade. Foto: Divulgação/Feicon.

A Celite é uma das primeiras indústrias de louças sanitárias do Brasil. Nessa jornada, a marca acompanhou a velocidade do dia a dia, aprendendo com a história e se conectando com o futuro.

É atenta não só a realidade do mundo atual, mas também compreende o comportamento dos brasileiros. Combina espírito jovem e credibilidade dos consumidores que a acompanham há tempos, sendo essa a trajetória de companheirismo e inovação que permite democratizar a tecnologia.

“As nossas fábricas têm todo um programa de reaproveitamento dos dejetos. Elas também têm uma reutilização interna da água. Os materiais usados são em polipropileno, um plástico reciclável. Os produtos apresentam uma durabilidade muito alta, podemos dizer que é um bem durável”, afirma Walmir Benáglia, representante da Celite.

Total
10
Shares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

%d blogueiros gostam disto: