Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Entidade aproveita a data para lançar o Mapa de Ruído Centro SP, que identifica o impacto sonoro na área de operação urbana do centro da capital paulista.

ruído de carros em SP
Tráfego urbano é o maior agente poluidor sonoro em grandes capitais. Foto: Pixabay/alexramos10_271296.

O Dia Internacional da Conscientização sobre o Ruído – em inglês, International Noise Awareness Day (INAD) –, criado nos Estados Unidos pela League for the Hard of Hearing (hoje Center for Hearing and Comunication) é celebrado anualmente desde 1996 na última quarta-feira de abril – neste ano, a comemoração ocorre hoje, dia 24.

A data busca promover a conscientização mundial sobre o impacto sonoro no cotidiano da população. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a poluição sonora é o segundo maior agente poluidor ambiental – atrás apenas da poluição do ar –, ainda assim, muitas pessoas desconhecem que este é um fator prejudicial à saúde pública.

Estudos realizados internacionalmente revelam que a exposição ao ruído pode causar e/ou potencializar doenças como infarto, diabetes, pressão alta, estresse, insônia e ansiedade, além de problemas auditivos.

Veja também: Conforto acústico é essencial para o bom desempenho de edifícios residenciais

Mapa de Ruído Urbano da Cidade de São Paulo

Em prol da campanha desde 2014, a ProAcústica – Associação Brasileira para a Qualidade Acústica –, juntamente com o Secovi-SP e o Sinduscon-SP, foi responsável pela organização da Conferência Municipal sobre Ruído, Vibração e Perturbação Sonora que, durante três anos, discutiu a necessidade da elaboração de um mapa de ruído para a capital paulista.

Como resultado desta iniciativa, foi criada em 21 de julho de 2016 a Lei 16.499, que dispõe sobre a obrigatoriedade da implantação do Mapa de Ruído Urbano da Cidade de São Paulo, com o objetivo de não só reconhecer o problema, mas, também, buscar soluções de enfrentamento e combate às diversas formas de poluição sonora.

Para visualizar os pontos de concentração no mapa, foram definidas cores para representar o ruído existente nas diferentes regiões. No mapa piloto, lançado em 2018, foram identificadas fontes de ruído de tráfego urbano, considerado o maior causador de impacto sonoro em metrópoles.

centro sp
Centro de São Paulo absorve poluição sonora advinda de carros, metrô, ônibus e pedestres. Foto: Pixabay/alexramos10_271294.

Dando continuidade ao projeto, a ProAcústica lança hoje (24) o Mapa de Ruído Centro SP, com o mapeamento da área de operação urbana do centro da capital paulista – prevista como prioritária devido às fontes de ruído de tráfego urbano, linhas de metrô, terminais de ônibus e circulação de pedestres.

O Mapa de Ruído Centro SP abrange o centro velho, novo e regiões históricas da cidade, totalizando uma área de mais de 6 km² e 62 pontos de medição – entre eles, uma parte da área do Minhocão (entre a praça Roosevelt e o Largo do Arouche). Devido às características da região central, com muitas avenidas, elevados, cruzamentos, túneis e passarelas, este é um cenário acusticamente complexo para a modelagem do mapa.

Veja também: Novo Parque Minhocão: solução para a região central ou mais um paliativo?

As ações visam também incentivar a adoção de políticas públicas para enfrentar e combater as diversas formas de poluição sonora, por meio de medidas mitigatórias e compensatórias para as emissões de ruído nas esferas pública e privada.

O projeto envolveu 10 empresas participantes do Comitê Acústica Ambiental e está disponível no site oficial – clique aqui para acessar.

Atividades de conscientização

A ProAcústica, organizadora do Dia Internacional da Conscientização sobre o Ruído – INAD SP 2019, está promovendo uma série de atividades para a data. Além do lançamento do mapa da região central, a programação conta o Manifesto do Silêncio, que propõe um minuto de silêncio absoluto feito mundialmente.

Confira as demais ações:

  • Estação de Medição Sonora | das 10h30 às 15h00 na Praça Roosevelt;
  • Bicicletada e caminhada #voltadosilencio | no Minhocão das 20h00 as 21h30;
  • Manifesto do Silêncio | das 21h29 às 21h30 – 60 segundos de silêncio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

%d blogueiros gostam disto: