Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Desde 1998 o parque aquático Wet’n Wild busca aprimorar as questões sustentáveis para melhorar a experiência do público visitante.

Wet'n Wild
Localizado na cidade de Itupeva (SP), o Wet’n Wild adota uma série de medidas sustentáveis em todo o seu complexo aquático. Foto: Divulgação/Wet’n Wild.

Um dos maiores parques aquáticos temáticos do Brasil, o Wet’n Wild completou 20 anos no ano passado e continua recebendo público de todas as idades nos seus 160 mil m² de espaço, localizado na cidade de Itupeva (SP), a apenas 30 minutos de São Paulo e a 15 minutos de Campinas. O sucesso vem acompanhado de muita responsabilidade e, nesse ponto, a sustentabilidade sempre foi uma questão essencial.

O Wet’n Wild tem capacidade para receber 12 mil pessoas por dia, além de contar com 7 milhões de litros de água tratada nas 25 atrações para os visitantes. O parque aquático utiliza a prática de coleta seletiva, onde os resíduos são compostos basicamente por papéis, plásticos e restos de alimentos. O lixo é todo reciclado pela Cooperativa de Recicladores de Itupeva.

Outro ponto sustentável importante é a adoção da biomassa como fonte combustível utilizada pelo aquecedor de água das piscinas. No processo, são usados pellets de madeira, que são biocombustíveis sólidos que têm como matéria-prima resíduos de biomassa vegetal como a serragem, maravalha de madeira, entre outros.

Trata-se de um combustível renovável, de origem vegetal, sem gerar gases que aumentariam o efeito estufa da atmosfera e, consequentemente, o aquecimento global.

“Nosso sistema de tratamento de efluentes é tão eficiente que não altera as características do manancial, ou seja, o impacto é nulo no meio ambiente, seguindo rigorosamente as normas e leis ambientais do Estado de São Paulo”, informa Ricardo Penteado, diretor de operações do Wet’n Wild, sobre outra medida sustentável.

Pellets de madeira
Pellets de madeira são usados como fonte de combustível limpa pelo aquecedor de água das piscinas do parque aquático. Foto: Divulgação/Wet’n Wild.

O parque apresenta um circuito fechado, onde o desperdício é praticamente zero. A pequena reposição de água é apenas para compensar a evaporação e o que fica no corpo dos frequentadores.

No momento, o parque não utiliza placas fotovoltaicas para captação de energia solar, porém, a direção está desenvolvendo projetos neste sentido, a fim de continuar constantemente aprimorando as medidas sustentáveis e, em breve, novidades nesse segmento poderão ocorrer.

“Hoje utilizamos gerador como forma alternativa de energia elétrica dos prédios administrativos, isso reduz o consumo vindo da subsidiária”, afirma Penteado.

As lixeiras são identificadas nas cores padrão, que facilitam a separação dos materiais para reciclagem, conforme as normas existentes. Também são realizadas campanhas para redução do consumo de canudos plásticos e guardanapos nas praças de alimentação.

Além disso, o parque possui autorização das empresas que operam o Aterro Municipal de Itupeva para a disposição de seus resíduos.

“Sabemos que estas medidas de incentivo à reciclagem e uso consciente de recursos são práticas sustentáveis que mostram para a sociedade a consciência do parque nestes aspectos. Promover um ambiente sustentável é um desafio diário e está, inclusive, na missão da empresa, que é proporcionar experiências felizes ao público visitante, em um ambiente de alta qualidade, seguro e sustentável”, destaca o diretor de operações do Wet’n Wild.

Em termos financeiros é difícil mensurar quanto o parque economiza com a adoção de medidas sustentáveis por conta da sazonalidade, mas a direção reforça que seu principal foco é trabalhar corretamente em busca de uma experiência cada vez mais sustentável.

Veja também: Como disseminar os ODS na sua empresa? Confira dicas

Wet'n Wild
O Wet’n Wild possui vários projetos em andamento que visam à redução nos consumos de água e energia elétrica da empresa. Foto: Divulgação/Wet’n Wild.

Tecnologia e Inovação

A relação da tecnologia e da inovação com as práticas sustentáveis é um dos pilares da indústria 4.0, vista atualmente como uma tendência mundial. O Wet’n Wild tem diversos projetos em andamento que visam à redução nos consumos de água e energia elétrica da empresa, através de processos automatizados de acionamentos de bombas e motores, conforme a demanda das atrações e a qualidade da água das piscinas.

De acordo com Ricardo Penteado, a tecnologia é utilizada também no uso consciente da iluminação, onde é possível controlar à distância o acionamento dos postes de luz. Todo o sistema de iluminação dos escritórios foi substituído por lâmpadas de LED.

“Ações voltadas à automação dos equipamentos de ar-condicionado também estão sendo desenvolvidas, onde poderemos controlar de maneira mais eficiente a temperatura desejada e os horários de ligar e desligar o equipamento”, ele completa.

Projeto Caminhos das Águas

O Caminho das Águas é um projeto pedagógico que proporciona o equilíbrio ideal entre aprendizado e entretenimento, facilitando a retenção das informações transmitidas durante uma caminhada, passando por cinco estações diferentes.

Em cada estação, personagens ensinam de uma forma lúdica sobre temas como: tratamento da água, diversidade natural e sociocultural brasileira, bioma da Mata Atlântica da região e importância do reflorestamento, tratamento de esgoto e cuidado com o meio ambiente.

Projeto pedagógico Caminho das Águas
Projeto pedagógico Caminho das Águas uniu educação e sustentabilidade para a conscientização de crianças e jovens frequentadores do parque aquático. Foto: Divulgação/Wet’n Wild.

“Acreditamos sim que o ‘Edutenimento’ (educação + entretenimento) seja o melhor meio para conscientizar crianças e adolescentes sobre a importância de uma sociedade sustentável. É uma maneira eficiente de assimilar os conhecimentos teóricos adquiridos em sala de aula”, diz Penteado.

Ele pondera que, após a visita, as escolas devem continuar estimulando positivamente os alunos neste propósito. “O papel dos pais e da família também é essencial e que eles devem servir de exemplo para essa futura geração”, finaliza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

%d blogueiros gostam disto: