Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Objetivo é buscar as melhores ideias para o restauro e ampliação do edifício da antiga repartição de águas e esgotos, atualmente chamada de Centro de Reservação França Pinto.

museu água
Museu da Água de Indaiatuba, uma das referências do projeto. Imagem: Divulgação SAAE Indaiatuba

A Associação dos Engenheiros da Sabesp – AESabesp disponibilizou nesta segunda-feira, 21 de outubro, em seu website, o edital para o concurso que vai premiar os melhores projetos arquitetônicos para o futuro Museu Água de São Paulo. O objetivo é buscar as melhores ideias e alternativas arquitetônicas para o restauro e ampliação do edifício da antiga repartição de águas e esgotos, atualmente chamada de Centro de Reservação França Pinto, e implantação do empreendimento cultural. O edital pode ser acessado neste link

O lançamento histórico para a maior metrópole da América do Sul (juntamente com o concurso) foi feito durante o 30º Encontro Técnico AESabesp/Fenasan 2019 – o maior encontro de saneamento ambiental da América Latina, realizado de 17 a 19 de setembro, no Expo Center Norte.

Com previsão para começar a ser construído em 2020, o Museu Água paulistano é inspirado em diversos espaços dedicados ao tema, como o Water Museum da Unesco, que tem unidades em várias cidades do mundo, o Museu da Água de Indaiatuba/SP e o Museu do Saneamento de Curitiba/PR.

museu água
Reprodução

Além de uma nova área de lazer e cultura na cidade, o Museu pretende estimular o interesse das pessoas pela história do saneamento, a criatividade e o envolvimento da sociedade para a preservação e uso racional da água. 

O Museu ocupará uma área de aproximadamente 2.400m², pertencente à Sabesp, e contará com uma praça de integração entre o MAC – Museu de Arte Contemporânea e o Instituto Biológico, somando-se ao circuito cultural de São Paulo. Concebido sob o conceito autossustentável, terá auditórios, que poderão ser alugados, e espaços comerciais, como café e loja. A estimativa de investimento é de R$ 17 milhões. A Sabesp deve ser uma das empresas apoiadoras, mas a AESabesp busca outros parceiros para o empreendimento.

Como participar?

Os interessados em participar do edital devem apresentar projetos que contemplem o paisagismo do local, a circulação de pessoas, a iluminação, bem como todos os outros elementos construtivos que levem à implantação do Museu. As inscrições por projeto custarão R$ 300,00 e podem participar grupos de até cinco integrantes ou propostas individuais. A premiação vai oferecer mais de R$ 80.000,00 para as melhores propostas.

As inscrições foram abertas no dia 30 de outubro e os proponentes deverão comprovar seus registros no CREA ou no CAU. Os projetos serão avaliados com base em sua excelência técnica, funcional e estética, além de outros critérios como viabilidade de execução, relação custo-benefício, alternativas para atendimento de acessibilidade e o interesse público.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

%d blogueiros gostam disto: