IEMA colaborou com o método de cálculo de emissões de CO2 evitadas devido ao uso dos ônibus nas cidades monitoradas

Lançada hoje, dia 14 de maio, a plataforma E-BUS RADAR que promove e monitora frotas de ônibus elétricos no transporte público das cidades latino-americanas. Os objetivos dela são: monitorar e georreferenciar as frotas de ônibus elétricos em operação; promover a transparência de dados; e, quantificar as emissões de gás carbônico (CO2) evitadas por ano por meio da operação desses veículos. Além disso, a ferramenta apoia os governos locais e nacionais a atingirem suas metas climáticas promovendo os ônibus elétricos como solução para viabilizar áreas urbanas mais limpas e saudáveis. Entre no site: ebusradar.org

Os dados da E-BUS RADAR são referentes aos sistemas em funcionamento em abril de 2020 nas cidades latino-americanas que já contavam com ônibus elétricos em sua frota urbana. À medida que as frotas de ônibus zero emissões da região forem crescendo, a plataforma será atualizada e novas cidades serão adicionadas.

ônibus zero
fonte: E-Bus Radar

Por que ônibus elétricos?

As emissões do setor de transportes geram mais de 1 trilhão de dólares em danos à saúde por ano. O crescimento desse setor também contribui para o aumento das emissões de gases de efeito estufa (GEE) associado à elevação do nível do mar, aumentos de temperaturas, incêndios e outros impactos associados às mudanças climáticas.

As frotas de ônibus urbanos são o meio principal de mobilidade urbana para centenas de milhões de cidadãos na América Latina. Porém, essas frotas ainda são movidas a diesel, uma tecnologia altamente poluente. Para enfrentar o duplo desafio imposto à qualidade do ar e ao clima devido ao emprego de motores a diesel, as cidades devem fazer uma transição energética e tecnológica.

Ônibus elétricos são uma das soluções para a promoção de áreas urbanas mais limpas e saudáveis, ao mesmo tempo que apoiam os governos locais e nacionais a atingirem as suas metas climáticas. Assim, a ampliação da frota de ônibus elétricos nas cidades latino-americanas é relevante para o futuro local e do planeta.

Instituições envolvidas

A E-BUS RADAR é um trabalho colaborativo que envolve diversas instituições reconhecidas pelo seu trabalho na área de clima, mobilidade e qualidade de vida. O Instituto de Energia e Meio Ambiente (IEMA) colaborou organizando a metodologia de cálculo de emissões de carbono. Trata-se de um método que estima as emissões de CO2 evitadas devido ao uso de ônibus elétricos no lugar de veículos movidos a diesel. 

O Laboratório de Mobilidade Sustentável (LABMOB), da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), é o responsável pelo desenvolvimento da plataforma e conta com a parceria do Zero Emission Bus Rapid-Deployment Accelerator (ZEBRA), coliderada pela C40 Cities (C40) e pelo International Council on Clean Transportation (ICCT). O projeto também conta com a colaboração do Instituto de Energia e Meio Ambiente (IEMA) e o apoio do Instituto Clima e Sociedade (iCS).

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: