Conheça a tecnologia de cimento verde, o que é e suas aplicabilidades, além das suas contribuições para a sustentabilidade na construção civil no Brasil.



cimento verde

A construção civil tem buscado novas tecnologias que tragam mais sustentabilidade para o setor. Neste post vamos conhecer o cimento verde, o que é e suas aplicabilidades para uma construção civil mais sustentável. Vamos lá?

Cimento verde: entendendo esta tecnologia

A sustentabilidade no setor da construção civil tem se tornado fundamental. Diversas instituições e empresas têm direcionado os seus esforços para atenderem as normas, tanto as implementadas nacionalmente (como é o caso da NBR 15575), como as internacionais (como exemplo, a Certificação LEED).

Além disso, a legislação também impõe práticas mais sustentáveis, como a Lei 12.305/2010 na qual instituída a Política Nacional de Resíduos Sólidos.

O cimento é a matéria-prima essencial na construção civil, seja para a construção de uma pequena casa, grandes edifícios, pontes, dentre outros. O ciclo de vida do cimento tradicional traz impactos para o meio ambiente, principalmente pela geração de resíduos sólidos urbanos produzidos.

Porém, o setor produtivo de cimento tem se esforçado para a melhoria do processo de qualificação e redução da produção de carbono para, assim, diminuir os impactos ambientais.

E, neste contexto, a criação de novas tecnologias como o próprio cimento verde surge como alternativa. Para ser uma alternativa viável economicamente e comercialmente é necessário alinhar desempenho, sustentabilidade e economicidade. E são esses os aspectos esperados para o cimento verde:  gerar uma estrutura firme, mas sem prejudicar a natureza em sua volta. Mas, afinal, o que é o cimento verde e quais são suas aplicabilidades?

O que é cimento verde?

O cimento verde é uma nova tecnologia e foi desenvolvida pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) e utiliza como base resíduos da construção civil e demolição. No processo de produção de cimento verde há uma menor emissão de CO2, além de um consumo menor de matéria-prima. Assim, para tal produção, são utilizadas técnicas específicas de moagem, desidratação e caracterização química.

cimento verde

Aplicabilidades do cimento verde

O uso do cimento verde é indicado para projetos que necessitam de uma menor resistência mecânica como, por exemplo, vias que apresentam tráfego baixo ou moderado. O uso do cimento verde pode aumentar a durabilidade da via e, com isso, gera a diminuição dos custos relacionados com a sua manutenção.

Assim, apesar do cimento verde apresentar bastante durabilidade, resistência e consistência, o seu uso não é recomendado para estruturas mecânicas mais rígidas.

Outros exemplos da sua usabilidade: uso em pavimentação, calçadas, além da preparação de artefatos de cimento.

Porém, a tecnologia do cimento verde ainda não está sendo implementada em larga escala, pois ainda se encontra em fase de estudos, ensaios e testes. Mas há uma grande expectativa devido as suas características em relação à sustentabilidade.

Provavelmente, nos próximos anos, soluções relacionadas com o cimento verde estarão sendo alternativas viáveis para a construção civil, mesmo que ainda em menor escala.  

 

 


Quer continuar atualizado sobre as inovações na construção civil? Acompanhe os posts da Universidade Trisul.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: